Como adequar sites para LGPD – Gestão de cookies (parte 1)

Ao navegar pela internet atualmente, não importa qual seja o site, nos deparamos com a mesma pergunta: “deseja aceitar ou recusar os cookies?”. Muitas vezes no modo automático, é comum que se clique nestas janelas, semelhantes entre si, para que saiam do caminho do usuário, literalmente. Mas você já parou para pensar o que essas perguntas simples significam?

Para explicar o significado e o impacto deste assunto no dia a dia, dividimos este artigo em duas partes. Primeiro é necessário compreender o que são cookies.

Cookies são arquivos que se instalam no computador e armazenam dados do visitante ao entrar em um site. Em conjunto, esses arquivos formam uma ferramenta de coleta de dados de navegação, que funciona guiada pelos hábitos de consumo daquele visitante.

Ao preencher dados em um site, a ferramenta captura informações como nome, email, geolocalização, faixa etária, termos pesquisados, horário de acesso, preferência por determinados itens – não necessariamente nessa ordem. Em posse dessas informações, os cookies tornam a experiência do usuário mais personalizada e interativa, pois “já conhecem” o visitante.

É por este motivo que quando pesquisamos a palavra “cadeira”, por exemplo, somos bombardeados por anúncios de todos os tipos de cadeiras à venda. Os cookies entendem que desejamos aquele item e tentam facilitar a busca. Mas não é só isso.

A ferramenta identifica comportamentos e perfis de interesse que na prática funcionam como crachás virtuais. A coleta e o armazenamento de informações ocorrem para que, quando o usuário retorne à página, esse histórico sirva de base para oferecer uma experiência customizada, evitando repetir perguntas já respondidas anteriormente.

Essas informações coletadas e armazenadas pelos cookies são diretamente impactadas pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que aborda o cuidado e adequação de todas as ferramentas que fazem tratamento de dados pessoais – de forma indiscriminada. No caso dos cookies, o consentimento é a base legal para o seu uso.

A gestão de cookies é uma solução responsável por adequar a ferramenta aos websites, priorizando a transparência e a conformidade com a LGPD. Ao organizar todo o processo de captura de informações, a gestão de cookies faz a identificação automática dos cookies utilizados e sua respectiva classificação, permitindo, também, a criação de banners personalizados e a disponibilização do controle sobre o uso de cookies aos visitantes.

Existem plataformas de gerenciamento que oferecem serviços e softwares que monitoram o uso destes cookies, possibilitando que se montem perfis de usuários em bancos de dados sem ferir a legislação vigente. Empresas de Tecnologia da Informação são aliadas nesta etapa de adequação.

Rolar para cima